Menu

NOSSO BLOG

Todo tumor é um câncer?

Muitas pessoas acreditam que tumor é sinônimo de câncer, mas nem sempre é. O termo se refere a um crescimento celular anormal em qualquer parte do corpo. Porém, isso não significa se tratar de uma neoplasia.

O câncer é a forma maligna do tumor, com a capacidade de crescer desordenadamente e se disseminar para outras regiões do corpo, enquanto os tumores benignos possuem crescimento ordenado e com limites bem definidos.

Como se trata de uma dúvida comum, conversamos com o oncologista clínico, Dr. Bruno Batista, que trouxe esclarecimentos sobre o assunto. Confira e entenda!

Afinal, o que é tumor?

Agora que você já sabe que tumor nem sempre é câncer, vamos explicar melhor do que se trata. Quando há um crescimento celular anormal, mas esse processo ocorre de forma mais lenta e limitada, chamamos de tumor benigno.

Podemos citar como exemplos de tumores benignos os miomas, adenomas e pólipos. É importante dizer que, ao contrário dos malignos, esses não têm a capacidade de se espalhar pelo organismo, gerando as chamadas metástases.

De forma geral, o tumor benigno não costuma apresentar sintomas em sua fase inicial, e acaba sendo descoberto durante exames de rotina. Mas vale lembrar que é importante procurar um especialista ao descobrir a ocorrência de algum, para que seja acompanhado e, se necessário, realizado o tratamento adequado.

O que é o câncer?

Já no caso do câncer, as células do tumor se dividem de forma descontrolada, desordenada e rápida, possuindo a capacidade de avançar localmente ou evoluir para outros órgãos. Entretanto, se descoberto em sua fase inicial, este processo pode ser controlado e as chances de sucesso no tratamento são muito altas.

Como o câncer se forma?

São mais de 100 doenças que levam o nome de câncer. Explicando de forma simples, a doença se forma a partir de uma alteração no material genético (DNA) da célula, chamada de mutação. Com esse erro, as células multiplicam-se de forma desordenada, dando origem aos tumores malignos.

Podemos citar diversos fatores de riscos para a formação do câncer, como o tabagismo, exposição a substâncias químicas ou radiações, mutações genéticas, fatores hereditários, sedentarismo, obesidade, entre outros.

É importante que você saiba que evitar alguns hábitos podem fazer toda a diferença para a sua saúde e para a prevenção do câncer. São eles: não fumar, ter uma alimentação saudável, cuidar do peso corporal, praticar atividades físicas regularmente, evitar o consumo excessivo de bebidas alcóolicas e se proteger diariamente do Sol.

O câncer tem cura?

Com a evolução da Medicina e do tratamento oncológico, diversos tipos de câncer, em variados estágios podem ser curados. Lembrando que o diagnóstico precoce é essencial para isso, pois, ao localizar o câncer em sua fase inicial, a chance de sucesso no tratamento é maior. Isso porque neste momento a doença ainda não se espalhou para outros órgãos.

Quais as diferenças entre os tratamentos de tumores benignos e malignos?

Para tratar o tumor benigno, muitas vezes é necessário apenas o acompanhamento médico, para se certificar de que ele não evoluirá em crescimento ou causará danos à saúde do paciente. Porém, se surgirem problemas como dor ou sangramento, pode ser indicada cirurgia para remoção do tumor.

Já para o tumor maligno, existem diversos tratamentos, que são prescritos levando em consideração fatores como a extensão da neoplasia, tipo, idade do paciente, condição clínica, entre outros. Dependendo de tudo isso, pode ser indicada cirurgia, radioterapia, quimioterapia, imunoterapia, terapias biológicas e hormonais, ou tratamento paliativo. Algumas vezes, o paciente pode ser submetido a várias formas de tratamento, uma complementando a outra.

Depois de ler até aqui, a dúvida se tumor e câncer foi esclarecida? Confira agora o nosso conteúdo que traz 6 mitos e verdades sobre o câncer!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *