Menu

NOSSO BLOG

O que é o câncer?

A palavra câncer vem do grego karkínos, que significa caranguejo, e foi utilizada pela primeira vez por Hipócrates, considerado o pai da Medicina. Ela se refere a um conjunto de mais de 100 doenças que têm em comum o crescimento desordenado das células, as quais possuem a capacidade de invadir tecidos e órgãos à distância.

Para esclarecer melhor sobre este assunto, que gera diversos questionamentos, conversamos com a oncologista clínica, Dra. Rayana Pecharki Postai. Confira a seguir!

Como o câncer se desenvolve?

Todos os órgãos e tecidos do corpo são constituídos por células que se dividem milhares de vezes todos os dias. Por diversos fatores, algumas delas têm o crescimento descontrolado e desordenado, podendo levar à formação de tumores.

Vale frisar que nem todo tumor é um câncer. Existem aqueles formados por um acúmulo de células normais, considerados benignos. No entanto, quando são formados por células doentes e descontroladas, o tumor é considerado maligno. Há casos ainda em que a doença não forma tumores, como no caso das leucemias, em que as células doentes ficam circulando pelo sangue.

O câncer pode se originar em praticamente todas as regiões do organismo. Mesmo quando se espalha para outros órgãos, originando as metástases, o tratamento é baseado no local de origem. Por exemplo, se uma paciente com câncer de mama possui células doentes espalhadas no pulmão, essas células que formaram a metástase pulmonar não são um câncer de pulmão, mas continuam sendo uma neoplasia de mama.

O que causa o câncer?

É muito comum os pacientes com o diagnóstico de câncer procurarem um motivo para o problema. Porém, essa é uma doença complexa que possui várias causas. O câncer possui inúmeras mutações, que podem ser entendidas como defeitos no DNA. Em alguns casos, são herança genética e acompanham o indivíduo desde o nascimento. Porém, na grande maioria dos casos, essas mutações são adquiridas ao longo da vida.

Podem ocorrer pelo próprio envelhecimento de células, por fatores agressivos do ambiente (como o tabagismo, a radiação solar e alguns produtos químicos), por infecções virais e por fatores nutricionais. E, como o equilíbrio do organismo pode ser abalado por outros fatores, estresse, obesidade, sedentarismo e má alimentação cada vez mais são reconhecidos como coadjuvantes no surgimento do câncer.

Existem formas de prevenir o câncer?

Como citamos, os diversos tipos de câncer, em sua maioria, são causados por fatores externos, dentre os quais alguns podem ser evitados, de modo a contribuir para a prevenção da doença. Entre as formas de se fazer isso na prática estão:

– manter o peso corporal dentro dos limites recomendados de índice de massa corporal (IMC). O limite saudável para adultos é o IMC entre 18,5 a 24,9 kg/m². Fazer o cálculo é simples e você pode se valer de calculadoras automáticas presentes em alguns sites;

– evitar o consumo de qualquer tipo e quantidade de bebida alcoólica, pois não há limite seguro de ingestão quando relacionado aos riscos para tumores como de boca e colorretal, por exemplo;

– não fumar, já que o tabagismo é o principal fator de risco para diversos tipos de câncer;

– evitar o consumo de carnes processadas, como presunto, salsicha, linguiça, bacon, salame, mortadela e peito de peru defumado, pois não há limite seguro de ingestão. Além disso, a ingestão de carnes vermelhas deve ser minimizada, sendo que o recomendado são duas ou três vezes por semana no máximo;

– reduzir o consumo de alimentos processados, incluindo massas prontas congeladas, biscoitos recheados, salgadinhos e fast food em geral;

– ter uma alimentação o mais natural possível, composta por frutas, verduras, legumes, cereais e grãos;

– praticar atividades físicas regularmente. O ideal é que elas sejam realizadas por no mínimo 150 minutos semanais, o equivalente a 30 minutos de segunda a sexta-feira.

Esperamos que o nosso conteúdo sobre o que é o câncer tenha sido esclarecedor para você. Para saber mais sobre este e outros assuntos relacionados, acompanhe as nossas redes sociais!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *