Novembro está aí e junto com ele chega o alerta à importância da promoção dos cuidados em saúde para a população masculina! Durante esse mês, o Instituto Lado a Lado pela Vida, em parceria com a Sociedade Brasileira de Urologia, idealiza o Movimento Novembro Azul, que objetiva conscientizar sobre as implicações da prevenção e diagnóstico precoce do câncer de próstata sobre a saúde do homem, visando a reduzir sua taxa de mortalidade, que ainda é alta.

Segundo dados do Centers for Diseases Control and Prevention (CDC), o câncer de próstata é o tipo de tumor mais comum entre os homens americanos. De acordo com o Instituto Nacional do Câncer (INCA), esse tipo de tumor é o segundo mais frequente entre os homens brasileiros, sendo que 13.129 óbitos ocorreram devido ao câncer de próstata em 2011 e estima-se incidência de 68.800 casos no Brasil em 2014. Entre os fatores de risco para desenvolvimento do câncer de próstata, destacam-se idade superior a 65 anos, história familiar da doença, ser da raça negra, sedentarismo, sobrepeso, obesidade e alimentação inadequada.

Alimentação à base de gordura saturada, presente em carnes gordas, leite integral, ovos, óleo de coco e produtos industrializados, e pobre em frutas, verduras, legumes e grãos, dieta hipercalórica, síndrome metabólica e Diabetes Mellitus são fatores de risco para o desenvolvimento de câncer de próstata. A alimentação saudável, baseada no equilíbrio na ingestão de calorias e lipídios, bem como, de antioxidantes provenientes naturalmente dos alimentos, pode auxiliar na prevenção dessa doença.

Sabe-se que várias doenças podem ser prevenidas por meio de hábitos de vida saudáveis. A alimentação equilibrada e constituída de gorduras provenientes do azeite de oliva, bem como, a relação adequada entre ômega-6 e ômega-3, de carnes magras, privilegiando a ingestão de peixes, e de antioxidantes e compostos bioativos naturais presentes em frutas e vegetais, entre eles o licopeno e o resveratrol, do tomate e do suco de uva, respectivamente, podem ser fatores de proteção para evitar o câncer de próstata. Por outro lado, não há evidências científicas suficientes que comprovem redução da incidência desse tipo de câncer com o uso de multivitamínicos ou de suplementos de vitaminas e minerais isolados, como de vitamina A, E e C e de selênio.

Assim, comida saudável e manutenção do peso em níveis adequados estão entre os fatores de proteção contra o câncer de próstata. Procure um nutricionista para orientações individualizadas sobre alimentação e nutrição! E, lembre-se, todos os profissionais da equipe de saúde são importantes para auxiliar na prevenção de doenças e recuperação da saúde.

Fonte: Associação Saúde da Próstata