Em recente estudo que avaliou a presença de sintomas de depressão em mulheres diagnosticadas com câncer de mama, em comparação com mulheres sadias, foi encontrado um risco consideravelmente maior de sintomas depressivos no grupo de pacientes com câncer. A incidência de sintomas graves de depressão chegou a 36%.

Frente a um número tão elevado de sintomas de depressão, nas pacientes diagnosticadas com câncer de mama, é fundamental que esse aspecto tão importante da saúde da mulher seja abordado e avaliado minuciosamente. É importante oferecer apoio especializado, assim como desmitificar algumas crenças relacionados à doença.

Muitas mulheres que chegam ao consultório com o diagnóstico recente de câncer de mama possuem muitas dúvidas, e na maioria das vezes, conceitos bastante equivocados em relação à doença, ao que esperar do tratamento, e ao seu prognóstico. É fundamental que cada aspecto da doença e tratamento sejam esclarecidos, o que muitas vezes já é suficiente para causar um impacto bastante positivo no humor e atitude da paciente na luta contra essa doença.

Lingyan Li; Yanjie Yang; Jincai He; Jinyao Yi; Yuping Wang; Jinqiang Zhang; Xiongzhao Zhu. Emotional Suppression and Depressive Symptoms in Women Newly Diagnosed With Early Breast Cancer. BMC Womens Health. 2015;15(91)