Dra. Debora Gagliato publica novo artigo em Revista Internacional na Área de Câncer de Mama

Recentemente, Dra. Débora Gagliato, médica titular do Centro de Oncologia do Paraná Oncoville, publicou artigo científico no qual avalia a expressão de importantes proteínas em amostras de tecidos de mais de 800 mulheres com câncer de mama. O trabalho correlaciona alterações na expressão dessas proteínas com desfechos de sobrevida, como taxas de recidiva. O trabalho foi desenvolvido durante a especialização em Câncer de Mama da Dra Débora Gagliato no MD Anderson Cancer Center, o maior hospital dedicado ao tratamento de câncer de mama no mundo. Segue a referencia em anexo, PLOS ONE | DOI:10.1371/journal.pone.0152585 April , 2016.

Estudo revela que mulheres diagnosticadas com câncer de Mama têm risco bastante aumentado de depressão

Em recente estudo que avaliou a presença de sintomas de depressão em mulheres diagnosticadas com câncer de mama, em comparação com mulheres sadias, foi encontrado um risco consideravelmente maior de sintomas depressivos no grupo de pacientes com câncer. A incidência de sintomas graves de depressão chegou a 36%. Frente a um número tão elevado de sintomas de depressão, nas pacientes diagnosticadas com câncer de mama, é fundamental que esse aspecto tão importante da saúde da mulher seja abordado e avaliado minuciosamente. É importante oferecer apoio especializado, assim como desmitificar algumas crenças relacionados à doença. Muitas mulheres que chegam ao consultório